“Somos a cada instante impactatos pela sua graça e constrangidos pelo seu amor”

225171_3979397097838_582907915_n

Líderes na Escola de Treinamento e Discipulado na áfrica do Sul, Fagner e Luciana Trinca estão envolvidos em missões desde 1999, e tiveram seu primeiro contato com o trabalho transcultural em 2003, no Senegal.

O casal, que se conheceu na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) em Contagem – MG, vive na Africa do Sul com seus dois filhos, Sarai e Abner. Segundo eles, criar os filhos no campo missionário é “uma aventura maravilhosa”, e completam dizendo que “eles são expostos a uma vida de milagres, são um milagre e vivem nesses milagres todos os dias”.

10425475_909339949089925_8463783104493363510_nFagner e Luciana salientam que o fato de os filhos estarem inseridos numa base missionária, no meio de tantas culturas diferentes, permite que eles vejam o mundo de outra forma. “Nossos filhos são abençoados por isso”, complementam.

O processo de adaptação de toda a família num país distante, tornou-se mais fácil, segundo o casal missionário, porque eles já haviam vivido no Senegal e quando foram para a Africa do Sul já conheciam a cultura, os hábitos, a religião e os costumes de lá. Mas eles dizem ainda que “para uma pessoa se considerar fora do ‘choque cultural’ do país, precisa passar pelo menos um ano inserida nele. Em alguns casos o processo é ainda mais lento”

378201_3979343576500_1079375839_nOs missionários definem o chamado da família com a seguinte frase: “Treinar, discipular e encorajar jovens líderes a usarem criatividade e artes para alcancar e servir a outros, compartilhando o evangelho”, e a importância que eles dão a esses jovens líderes fica clara quando se referem a eles como tesouros das nações.

A respeito das experiências marcantes que já vivenciaram, eles dizem que é difícil ressaltar apenas uma, pois toda a vida deles é cercada da provisão e do cuidado do Senhor. “Foram muitos os momentos onde pudemos experimentar seu livramento e bondade, o vemos nas coisas mais simples do dia a dia, e somos a cada instante impactados pela sua graça e constrangidos pelo seu amor”.

Para aqueles que têm chamado missionário, Fagner e Luciana afirmam que não existe nada mais prazeroso do que viver o propósito de Deus, pois “ele é eterno”. O casal ainda incentiva a todos, “descubra o seu propósito e viva por ele. Perto ou longe, não importa

10487322_10154329753900215_1771391789815911930_n

Pedidos de oração:

* Para que o Senhor continue nos abencoando com os tesouros das nacoes, as pessoas.

* Que Deus continue a nos dar graça e sabedoria para andar com esses meninos, encorajando-os a viver o propósito pelo qual eles foram criados.

* Pela nossa familia, por saúde e força, unidade e alegria, para que continuemos apaixonados pelo Reino

* Por todos aqueles que o Senhor tocou através de nós durante todos esses anos.

“Nunca voltaria atrás e deixaria de viver integralmente em missões”

11138650_891985844178481_7074132639870265229_n

Arquivo Pessoal/Miriam Lima

Miriam Lima Monteiro, 44, já passou por muitas experiências no campo. Na base missionária onde vive, trabalha especificamente com crianças em situação de risco, e usa da estratégia de ensino escolar para alcançar `aquelas que têm dificuldade de aprendizagem.

Convertida na cidade de Passa Quatro – MG, pôde conhecer mais sobre missões através de uma amiga da igreja. Miriam já está envolvida em missões há 15 anos, mas há sete anos serve integralmente na base missionária da JOCUM (Jovens com uma missão) na cidade de Curitiba – PR.

Viver com sua família em outro lugar, ainda que no mesmo país, foi desafiador no início, relata Miriam, “aqui no sul do país eles têm uma cultura bem fria, as pessoas são bem fechadas, com o tempo nos adaptamos, mas até hoje sentimos falta do calor humano que existe no sudeste”.

Com relação a criação dos filhos em um ambiente missionário, Miriam diz que é gratificante, pois as crianças têm um acompanhamento, são discipuladas e aprendem a viver em comunidade, a dividir e a renunciar. Ela complementa dizendo que, conforme as crianças crescem, começam a comparar seu modo de vida com o de outras, e que isso precisa ser bem administrado.

11149392_967974693227460_7451084423860477160_n

Arquivo Pessoal/Miriam Lima

Como experiência mais marcante que viveu em missões, Miriam destaca uma situação em que uma mulher fugiu com seus 3 filhos (dois meninos e uma menina) do nordeste, pois havia denunciado o marido por ter abusado da filha. Mesmo com toda essa situação e esse sofrimento, as crianças chegaram `a base missionária de Curitiba e aprenderam rapidamente sobre as coisas de Deus, reconhecendo-o como seu verdadeiro pai. “Hoje elas, que moravam em um barraco, estão construindo uma casa, e um dos meninos conseguiu uma bolsa de estudo numa escola particular e fez um curso técnico. Eles sempre lutaram para mudar sua história”, relata a missionária.

Miriam afirma que recebeu uma palavra de Deus que confirmou seu chamado, e que ela nunca voltaria atrás na decisão que tomou de ir e viver integralmente em missões, e ainda incentiva e encoraja`aqueles que sabem que têm esse chamado, pois, segundo ela, “as experiências são inexplicáveis”.

10444414_898487843509479_4176710243580540489_n

Arquivo Pessoal/Miriam Lima

Pedidos de oração:

* família, sustento, segurança e livramento, ministério, refrigério, novos desafios e viagem missionária para o Nepal.

Próximo desafio:

* Viagem de 3 meses para Portugal e Nepal, onde a equipe irá treinar a liderança que cuidará de crianças e mulheres vítimas de abusos.

Sustento a ser levantado: R$ 8.500,00.

 

Objetivo

Site criado para que os trabalhos missionários sejam divulgados e que todos nós sejamos estimulados a orar pelos missionários, além de exercitarmos missões onde estivermos.

A página também contará com artigos e devocionais para edificação individual. Crescendo espiritualmente, podemos alcançar o mundo!